Uncategorized

Mais inteligência, menos consumo

Neste Dia do Consumidor, lamento que ainda não tenha chegado ao Brasil uma tendência inteligente que se espalha pela Europa e pelos Estados Unidos: o consumo colaborativo.

Em vez de comprar, as pessoas alugam ou compartilham, reduzindo esse furor de ter, preferindo o usar –o que é facilitado, e muito, pelas novas tecnologias da informação.

É um jeito de economizar dinheiro e preservar o planeta, reduzindo o uso dos recursos. Chama a atenção como se dissemina em várias cidades a prática do compartilhamento de carros, o que ajuda a melhorar o trânsito. É algo que, aqui entre nós, esbarra numa visão atrasada, na qual o carro é um símbolo de status.

Quando falo aqui em pedágio urbano, todos gritam que seria impossível, não haveria transporte público. Verdade. Mas isso forçaria as pessoas a compartilharem o carro –e o que não falta são carros.

Vale a pena prestar atenção porque começam a surgir no Brasil projetos de internet baseados no consumo colaborativo (veja uma lista aqui ). São pioneiros de uma atitude que, podem apostar, é inexorável.

Fonte: Gilberto Dimenstein – Folha

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s