Resenha

Resenha do livro: Soldier – leal até o fim

soldier_capa_1.jpg.1000x1353_q85_cropO que um ato impensado e uma atitude mal interpretada podem resultar? Uma reação em cadeia de ações impensadas podem levar as pessoas a atitudes extremas, e pode remodelar toda uma vida – para o bem ou não. Esta é a mensagem do livro Soldier – leal até o fim, da autora italiana Sam Angus e que está sendo lançado pela editora Novo Conceito.

Europa, 1917. Stanley é um garoto de 14 anos que vive com Dá – seu pai – em uma propriedade em Lancashire, onde criam cavalos. A pequena família inglesa tem dois orgulhos: Tom, o irmão mais velho de Stanley, que está na França, lutando contra os alemães, e Rocket, uma cadela galgo super premiada nas corridas da região.

Desde que a mãe morreu, Dá se fechou em sua tristeza e se distanciou dos filhos, distanciamento que ficou ainda maior com o alistamento de Tom. Todo o mau humor de Dá ficou para Stanley, o que se acentuou ainda mais
quando, por um descuido do garoto, a cadela escapou e voltou pra casa prenha.

Semanas depois, o menino se alegra profundamente com o nascimento dos cães mestiços, e se apega muito a um deles, Soldier, o mais franzino e delicado da ninhada. O que ele não esperava, é que seu pai resolve dar um fim nos filhotes, inclusive em Soldier. Depois de flagrar o pai, com um saco onde estava seu precioso cãozinho na mão na beira de um lago – e com a promessa de Dá de afogar o pequeno – Stanley mente a sua idade, e sem saber sobre o que o esperava do outro lado da fronteira, se alista no exército, na esperança de ser mandado pra França, e lá, se encontrar com Tom.

Diante dos horrores da guerra e das evidências de sua pouca idade, o garoto foi designado para o grupo de sinaleiros, e se tornou adestrador de cães mensageiros do exército. Com um amor imenso pelos animais no peito, e a lembrança do pequeno Soldier na memória, Stanley consegue forças para lutar e para enfrentar as dificuldades da guerra, em defesa da França.

Emocionante da primeira à última página, este é um daqueles livros em que a gente já está chorando nas 20 primeiras páginas  (acreditem em mim). Lindo, profundo, inesperado. E super recomendado!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s