Uncategorized

Hoje é dia do nhoque da fortuna. Você conhece essa tradição?

PantaleonConta a lenda que São Pantaleão, num certo dia 29 de dezembro, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida, mas apesar disso, eles não se importaram em dividir o seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um 7 massinhas. São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Quando foram recolher os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro sob o prato, comer os primeiros sete pedacinhos em pé, fazer um pedido para cada um deles e depois, comer à vontade.

A simpatia é simples: coloca-se uma nota de qualquer valor sob o prato com nhoque. Pode ser dólar, real ou qualquer moeda estrangeira. Em seguida fique de pé e concentre-se para iniciar o ritual. No prato, separe sete nhoques e coma um a um. Para cada nhoque, faça um pedido diferente. Depois, sente-se e saboreie o restante do prato, de preferência com um bom vinho italiano. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29.

Como-fazer-nhoque-1Nhoque no Brasil

Derivado da palavra italiana gnocchi, o nhoque (ou inhoque, em algumas grafias) é um dos pratos italianos mais conhecidos do mundo. Feito de batata ou farinha de trigo, a massa se tornou um grande sucesso também no Brasil. A tradição de degustar o prato todos os dias 29 do mês tem origem incerta no país. Fundadora do restaurante La Bettola, em São Paulo, a cozinheira Laura Giarelli diz ter iniciado o preparo mensal do nhoque em 1979, após conhecer o costume na Argentina, outro país de forte imigração italiana. O pioneirismo do preparo do nhoque da fortuna no Brasil também é reivindicado por Mary Nigri, fundadora do restaurante Quattrino, localizado na zona oeste da capital paulista.

Mistério a parte, o nhoque é considerado por alguns historiados como o prato mais antigo da Itália. Conta-se que os antigos romanos já saboreavam a massa desde o séc. X antes de Cristo. Primeiramente conhecido como macarrão, ganharia a alcunha de “gnocchi” na Idade Média. Tradicionalmente preparado no norte da Itália, o prato ganhou fãs em todo o país e se alastrou para todo o mundo. Com a imigração italiana no inicio do século XIX, o nhoque tornou-se ainda mais conhecido e acumulou adeptos ao redor do globo.

Para celebrar esta tradição, que tal degustar um belo prato de nhoque hoje, dia 29?

Receita de nhoque da fortuna

Ingredientes da massa

1 kg de batatas
2 ovos
2 colheres de sopa de margarina
Farinha de trigo (o suficiente para dar ponto)
Sal a gosto
1 pacote de queijo parmesão ralado para polvilhar
Preparo da massa

Faça um purê sem tempero das batatas (cozinhar e amassar). Junte e misture os ovos, o sal, a margarina e acrescente a farinha aos poucos. Quando você conseguir fazer bolinhas com mãos lambuzadas de óleo e margarina, a massa estará no ponto certo. Cuidado com a quantidade de farinha, pois se colocar muito, o nhoque ficará duro e pesado.

Com a massa pronta, faça rolinhos em uma mesa com farinha para não grudar. Corte no formato de nhoque e amasse-os de leve com as pontas dos dedos.

Com cuidado, coloque-os aos poucos em água fervente até que eles subam, já cozidos. Retire-os para um escorredor de massas e reserve.

Ingredientes do molho

1 lata de tomate italiano sem pele (tomates pelados)
3 tomates frescos maduros
1 dente de alho
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de manjericão fresco
1/2 colher (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
1 pitada de pimenta-do-reino
Preparo do molho

Retire a pele do tomate italiano e bata-o no liquidificador. Prepare uma tigela com água e gelo suficiente para cubrir os tomates. Reserve-a. Coloque, por alguns segundos, os tomates crus em uma panela com água fervendo com um corte em x na base de cada um. Retire os tomates e transfira-os para a tigela gelada. Pelo x, puxe a pele.

Retire as sementes e corte-os em cubinhos. Refoque o alho picado em uma panela médica com azeite e manteiga no fogo médio. Coloque as 2 colheres de manjericão fresco por 1 minuto. Coloque os cubinhos e o tomate batido. Tempere com sal, pimenta do reino e açúcar. Abaixe o fogo e tampe a panela, deixando cozinhar por 10 minutos.

Finalização – Em um refratário untado, coloque os nhoques intercalando com o molho e polvilhando com queijo ralado. Termine com o queijo. Leve ao forno médio para gratinar.

Fontes: Wikipedia, Revista Brasileiros e Bolsa de Mulher

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s